quarta-feira, 2 de setembro de 2009

PRINCIPE SAPO - VERSÃO CITAÇÃO

Estava eu alguns dias depois de editar o meu último post, a ler um livro de citações, que o próprio autor me ofereceu, quando me deparo com uma que se ajusta na perfeição com o meu desenho e palavras do post anterior, e que é a seguinte:

"Amar não é se envolver com a pessoa perfeita, aquela dos nossos sonhos. Não existem príncipes nem princesas. Encare a outra pessoa de forma sincera e real, exaltando suas qualidades, mas sabendo também de seus defeitos. O amor só é lindo, quando encontramos alguém que nos transforme no melhor que podemos ser."

(Mário Quintana)

14 comentários:

Anónimo disse...

O Amor

Amor é alcançar o céu
tocar nas luzes brilhamtes
agarrar estrelas com um véu
acabar com os pensamentos errantes

Amor é sentir perto
o que está distante
é caminhar por um deserto
numa busca infinita e incessante

O amor é fonte de vida
é prazer e sabor
a imagem só vivida
numa noite de amor

O amor desperta o ser
mas que importa esse ensejo
eu só quero adormecer
sentir amor, ternura e desejo

:) 1 bjo para ti

eumesma disse...

Muito bonito, muito poético, obrigada a quem quer que sejas, mas por isso mesmo, por estares anónimo é que me deixa um bocadinho zangada. Preferia que os comentários, por muito bons que sejam, tivessem a identificação do autor.

Anónimo disse...

Parafrasiando, Sherlock Holmes,do celebre escritor Sir Arthur Conan Doyle,a resposta que procuras está mesmo à tua frente...é só procurares pelos indicios e fazeres a dedução lógica...:) bjo

Anónimo disse...

Love is a feeling
A very funny feeling
A feeling that we feel
aAnd want to fell
Forever more

O p. da m/ aldeia

eumesmo disse...

Fizeram-nos acreditar que amor mesmo, amor a valer, só acontece uma vez, geralmente antes dos 30 anos. Não nos contaram que amor não é um botão que se aciona, nem chega com hora marcada. Fizeram-nos acreditar que cada um de nós é a metade de uma laranja, e que a vida só ganha sentido quando encontramos a outra metade. Não nos contaram que já nascemos inteiros, que ninguém na nossa vida merece carregar nas costas a responsabilidade de completar o que nos falta. Crescemos através de nós mesmos. Se estivermos em boa companhia, é só mais agradável. Fizeram-nos acreditar numa fórmula chamada "dois em um": duas pessoas a pensar igual, a agir igual, que era isso que funcionava. Não nos contaram o resto. Que só sendo indivíduos com personalidade própria é que poderemos ter uma relação saudável. Fizeram-nos acreditar que o casamento é obrigatório e que desejos fora de hora devem ser reprimidos. Fizeram-nos acreditar que os bonitos e magros são mais amados, que os que fodem pouco são palonços, que os que fodem muito não são confiáveis, e que sempre haverá um testo para cada panela. Só não disseram que existe muito mais testo do que panelas. Fizeram-nos acreditar que só há uma fórmula de ser feliz, a mesma para todos, e os que não a alcançam estão condenados à infelicidade. Não nos contaram que estas fórmulas falham, frustram as pessoas, são alienantes, e que podemos tentar outras alternativas. Ah, também não contaram que ninguém nos vai contar isso tudo. Cada um vai ter que descobrir sozinho. E então, quando tu estiveres muito apaixonado por ti mesmo, vais poder ser muito feliz e apaixonar-te por alguém

eumesma disse...

Eumesmo obrigada pelo teu comentário. Aliás eu não tenho que agradecer, esse teu comentário merece mesmo estar neste espaço e em muitos outros onde nos faça lembrar sempre das verdades contidas no teu texto. Em primeiro devemos nos amar a nós próprios (sem chegar a posições egocentricas), e só depois conseguiremos encontrar, comprender e partilhar a vida com alguém.

eumesmo disse...

Desde que surgiu no meu caminho, tornou-se impossível para mim imaginar a vida sem a sua presença constante. Quando não está por perto vem-me uma profunda sensação de vazio, um estranho sentimento de vácuo, de total desorientação.
Sem ele falta-me o chão, falta-me a segurança que me transmite através de um simples sorriso de concordância ou consentimento, falta-me sempre a certeza de estar a fazer o mais correcto ou o melhor. Sem ele também me falta o céu e os sonhos. É da sua presença que me vem a inspiração para projectar o futuro ou mesmo a força para ultrapassar as dificuldades quotidianas.
A minha vida é o meu amor. É por ele que eu procuro fazer-me melhor a cada dia, é por ele que eu me torno uma pessoa mais carinhosa e gentil, e é nele que os meus pulmões encontram a força para respirar e me manter vivo.
O meu amor é alguém especialmente maravilhoso. É ele quem mais me admira as virtudes e quem mais me compreende os pecados, vícios e manias que carrego.
O meu amor reconhece as nossas afinidades e respeita as nossas diferenças. Traz-me calma e paz. Toca-me a alma com doçura e generosidade.
A minha vida é o meu amor. E o meu amor sou eu...eumesmo!

eumesma disse...

Eumesmo estavas a ir tão bem, até que estragas-te um pouco a pintura na ultima pincelada. um SER que parece ter um interior tão bonito, raia nas suas palavras essa tendênciazinha egocentrica..e puf..."crasha" o seu agradável texto no final.

eumesmo disse...

Muda o final para ... "e o meu amor és tu" :)

eumesma disse...

ai ai ..os amores platónicos!

eumesmo disse...

És casada?

eumesma disse...

Tu não precisas desse tipo de informação, sabendo talvez a resposta. Por isso se não te importas, o incomodo não for muito, limita-te a comentar os post´s.
obrigada

eumesmo disse...

Não entendo essa crispação para comigo, não te conheço de lado nenhum, nem acho que me conheças para esse tipo de comentário.
Deixo o meu mail, se quiseres conversar cmg estás à vontade. Josepedro1001@gmail.com

luus pinto disse...

Hoje em dia ninguem ama ninguem, que é essa coisa do amor??
Isso é treta, o que as pessoas fazem é dar umas valentes fodas e depois vão cada um para o seu lado.
Quem está à espera de encontrar o amor e o principe encantado está bem enganadinho. Já diz o ditado, "enquanto não encontras a pessoa certa fode com a errada".
O resto é conversa fiada, é patuá de iluminados que pensam que o amor platónico existe. É só anjinhos e anjinhas... francamente